Minhas Ferramentas de Produtividade

Como falei no post anterior, estou implementando a metodologia Getting Things Done e colocando aqui a minha experiência no processo para ajudar a quem tiver interesse no assunto. Agora vou falar do tickler file e um pouco do meu Hipster PDA.

No livro ele recomenda algumas ferramentas de produtividade para você implementar o sistema. Eu fiz um tickler file (fichário com 43 pastas, com 31 dias e 12 meses) e também um Hipster PDA, para facilitar o controle das listas e coisas a fazer.
O tamanho do tickler file é de 5×8 (polegadas), o que dá +- 13cm x 20,5cm. Isso é tamanho padrão de fichas. Tem 3×5, 4×6, 5×8, e por aí. vai…

O melhor é mostrar, então primeiro vai o tickler:

E em seguida meu hPDA, calendário e o livro do GTD:

Como estou usando o tickler a pouquíssimo tempo (desde sábado), ainda estou aprendendo. Coloquei contas e vários lembretes de coisas que tenho que fazer no futuro, mas que não estão vinculados com uma hora específica. É lembrete mesmo. Um exemplo é um remédio que tenho que dar para o meu filho, na segunda que vem. Peguei um pedaço da bula e enfiei naquela data. Pronto!, posso esquecer dele que sei que no dia vai me lembrar. 🙂

O meu hPDA está dando conta (por enquanto) das coisas, já que estou bem no início. Pelo tamanho dele (fichas um pouco menores que 5×3) dá para colocar dentro da minha agenda, que também é pequena. Daí fica fácil carregar de um lado para o outro…

Ainda fico devendo a foto do meu arquivo de referência (A-Z), mas esse é bem normal: pastas suspensas com pastas de papel para o material que tenho que guardar, que não é digital.

This entry was posted in GTD, Produtividade. Bookmark the permalink.

4 Responses to Minhas Ferramentas de Produtividade

  1. Avi says:

    Um PDA digital não dá conta do recado ?
    Ou a metodologia exige que seja em papel ?

  2. Sim, qualquer PDA dá conta do recado. A metodologia é insenta de tecnologia, funciona em qualquer coisa.

    Basicamente é o controle de listas de tarefas. Qquer todo da vida faz. Eu tinha um Palm a uns 5 anos atrás, gostava muito. Depois que passei a usar um Notebook acabei vendendo-o. Agora estou pensando em comprar novamente.

  3. Marcelo says:

    Olá Rodrigo,

    Já frequento a algum tempo o seu blog, pois te conheço de vista dos tempos da Conectiva, dei aulas por lá, trabalhei com o Jason(Marçal), com o Marciom e estudei com um pessoal que trabalhou por lá tb(Domingos/Rodarvus e toda aquela turminha da UFPR). Ou seja, sempre me senti relativamente em “casa” por lá.. hehehe Mas prosseguindo, foi através do seu blog que descobri o GTD, pelo que sou bastante grato! 😉
    Estou no início do processo de implementação, e aí veio uma dúvida(dentre tantas): o que vc entende por pastas de arquivo que o David Allen sempre comenta? Pastas lisas com elástico? Pastas lisas de papelão sem elástico? Pastas de arquivo com grampo, daquelas que vc fura os papéis e fixa na pasta? Particularmente estou adotando as pastas com elástico. O que vc costuma utilizar? Grande abraço e espero que seu GTD esteja em dia e caminhando!

  4. Oi Marcelo!

    O preferido é o psta lista de papelão sem elástico, mas qquer uma serve, contanto que você use 🙂

    Abraços!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *