Como Cuidar de uma Criança de Dois Anos

February 28, 2008 on 11:05 pm | In Natan | 8 Comments

Estes dias recebi uma série de instruções de como cuidar de bebês e crianças. Uma delas era esta aí abaixo:

como cuidar de bebês

Daí me lembrei de uma foto que tenho do Natan e eu, quando ele tinha uns dois anos:

Natan Voando

Olhe a cara de feliz dos dois! :-)

Foto tirada pelo Niemeyer

Show Iron Maiden em Curitiba

February 27, 2008 on 9:27 am | In Música | 1 Comment

Eu vou!! Up the Irons!!Iron Maiden  

Farra dos Cartões Corporativos

February 25, 2008 on 10:21 am | In Política, Quadrinhos | No Comments

Triste, mas real. Crédito para o meu amigo Rafael Marchesini pelo cartoon: 

Colhendo Araçás em Fevereiro

February 17, 2008 on 7:41 pm | In Natan, Nutrição, Vegetarianismo | 3 Comments

Aracás

Todo mês de fevereiro é assim: o pé de araça na frente da minha casa explode em frutos. Ele não dá trégua, é muito araçá para uma família só comer. Por que ele não poderia ser um pouco menos afoito e nos presentear com esta frutinha meio-doce, meio-azeda o ano inteiro? Acho que o araçazeiro tem pressa. Ele fica o ano inteiro na dele, dormindo, servindo de escalada para o meu filho e os amiguinhos. Quando chega janeiro as frutinhas verdes aparecem e no começo de fevereiro elas ficam vermelhas. Daí em diante elas amadurecem e caem no chão com uma velocidade impressionante. Se não colher a tempo, só varrendo o chão.

Varrendo Araçás

Depois de limpar o chão foi a vez de colher todos os aracás que conseguíamos, pois senão estes também iriam cair. Conseguimos encher uma bacia.

Vai um aracá aí?

Agora tem que ser assim. Todo dia colher uma bacia de aracá, pois daqui a pouco não tem mais. Como vieram, as frutinhas vão embora. O único jeito que arranjamos para poder comer os araçás o ano inteiro foi batê-los no liquidificador, coá-los e depois congelá-los em forminhas de gelo. E para quem tem intestino preso, o araçá e um ótimo desentupidor… :-) 

Helvetica – Um Documentário

February 17, 2008 on 1:22 am | In Cinema, Escrita, Macintosh | 6 Comments

  

Acabei de ver Helvetica, um documentário sobre a história e o uso da fonte helvética. Mas um documentário falando de uma fonte? Bem, documentários são para isso mesmo: fazer um assunto aparentemente monótono ter vida e brilho próprio, contando um pouco de história e deixando-nos abismados com as criações do homem. 

Não espere muita ação no documentário, mas sim vários designers tentando mostrar como é a intrincada arte do desenvolvimento de uma família tipográfica e as nuances de seu uso. O documentário passeia por vários países com os designers explicando o porque da ubiquidade da fonte helvética em nossas vidas, marcas consagradas e placas em todos os cantos das cidades. 

Para alguém que adora ler o filme é um prato cheio. Afinal não é todo dia que vemos o dna que forma os livros que tanto amamos. 

Disponível em qualquer torrent da esquina.

Há, e os Macs são onipresentes no filme. :-)  

Conheça os CDs e DVDs mais indicados para Backups de Longo Prazo

February 6, 2008 on 8:28 pm | In LifeHack, Produtividade | 5 Comments

 Tive que fazer uma pesquisa com relação à longevidade de tipos de mídia de CD e DVD para serem usados como backup de dados e nada melhor do que compartilhar os achados aqui no blog. Vários dos itens são conhecidos pela maioria das pessoas, mas o que importa aqui é o conjunto de informações. Usando os itens em conjunto garanto que as preciosas fotos digitais de seu filho permanecerão seguras por muito tempo. :-)

 

A pesquisa mostrou que os dados que a empresa tinha disponível não são conclusivos. Existe, pela minha pesquisa, somente um estudo, datado de 2004, patrocinado pelo governo americano, que simula condições de armazenamento por longos anos. Os outros artigos consultados são um misto de fatos, especulações e aprendizados empíricos, relatados por usuários e especialistas da área de informática.

 

Seguem então várias informações que, juntas, fornecerem um panorama de como está a discussão a respeito da qualidade das mídias de CD e DVD usadas para backup hoje no mundo:

  • Discos gravados em velocidades mais altas tendem a apresentar mais defeitos ao longo dos anos. Assim sugere-se que os discos sejam gravados a velocidades menores, sendo o 8x um parâmetro conservador.
  • Discos feitos com camadas de phtalocyanine duram mais que discos manufaturados com outros químicos. Infelizmente esta não é uma informação disponível nas embalagens dos produtos.
  • Discos feitos de phtalocyanine tem uma camada refletiva dourada, mesmo assim não é possível garantir que discos dourados foram feitos de phtalocyanine.
  • A qualidade do equipamento usado no momento da gravação influencia na durabilidade do disco.
  • Canetas marcadoras, usadas para escrever em CDs e DVDs, podem diminuir a vida útil da mídia. Estas canetas são feitas a base de xyleno ou tolueno, que podem danificar a superfície dos discos, comprometendo os dados ali guardados.
  • Papéis e decalques grudados nos discos também podem se deteriorar com o tempo e atacar o disco.
  • A recomendação para marcações de discos é escrever na parte central do mesmo, que é transparente e não possui dados.
  • CDs tendem a ter uma vida útil maior que DVDs, mas isso deve permanecer por pouco tempo, pois a tecnologia de construção de DVDs evolui rapidamente.
  • O tempo de vida de CDs e DVDs não gera consenso. Enquanto um artigo fala em “alguns anos” outros falam em “algumas décadas”. Geralmente os autores concordam que um disco guardado fora do contato da luz pode durar algumas dezenas de anos, contanto que se disponibilize as condições abaixo:
    • Local com baixa temperatura (em torno de 25 graus célsius ou menos.)
    • Umidade entre 20% e 50%.
    • Uso de caixa plástica de polipropileno.
    • Acondicionamento na vertical.
  • A melhor estratégia para garantir a integridade dos dados é manter múltiplas cópias do mesmo em locais diferentes.
  • Não foram encontradas referências fidedignas a respeito da “midia preta”. Sendo, desta maneira, descartada a sua qualidade superior.
  • Mídias que devem ser usadas quando a intenção é o armazenamento de dados por um longo período de tempo são as que possuem o nome “Archival” em sua designação, pois são feitas especificamente para este fim. Estas mídias existem tanto no formato de CD-R como de DVD-R. Marcas conhecidas que comercializam este tipo de mídia são: MAM-A, Verbatim, Memorex, Kodak e Delkin, dentre outros. Estas mídias também utilizam o nome de “Gold Archival” ou “Archival Gold”.

O armazenamento de dados em CD-R ou DVD-R é recomendável contanto que sejam seguidas as indicações acima. Em resumo deve-se utilizar mídias comercializadas com os nomes de “Archival”, “Gold Archival” ou “Archival Gold”, de fabricantes conhecidos. O disco deve ser armazenado em local com temperatura e umidade condizentes e em caixas plásticas. Além disso deve-se gerar mais de uma cópia de segurança e armazená-las em locais diferentes. Periodicamente deve-se testar as mídias armazenadas e transferir os seus dados para tecnologias de armazenamento mais confiáveis, caso a anterior já tenha sido suplantada.
Referências:


Powered by WordPress with Pool theme design by Borja Fernandez.
Entries and comments feeds. Valid XHTML and CSS. ^Top^