Corto o Cabelo e Pinto

July 4, 2010 on 8:02 pm | In Cinema | 3 Comments

Veja abaixo o curta metragem de ficção que produzimos no curso de cinema e vídeo do Projeto Olho Vivo. Recomendo muitíssimo bem o curso, é muito legal!

Neste vídeo tudo foi feito pelos alunos, deste a ideia, argumento, roteiro, roteiro técnico decupagem e até mesmo as interpretações.

Convite de Lançamento do Documentário “Entre Quadrinhos”

June 8, 2010 on 1:23 pm | In Cinema, Quadrinhos, Videos | No Comments

A alguns meses atrás iniciei um curso de cinema e vídeo no Projeto Olho Vivo. Já a algum tempo que me interesso pelo tema, ainda mais depois que comecei a fazer os meus próprios vídeos de aventuras no Transpirando.com.

O curso foi muito bom, recomendo a todos! Além da parte teórica, realizamos dois trabalhos: um filme curta-metragem de ficção, de uns 7 minutos e um documentário de 25 minutos.

O curta de ficção fizemos tudo, desde ideia de argumento, transformação para roteiro cinematográfico, decupagem, set de filmagem e os atores foram os próprios alunos.

Na parte do documentário levantamos vários temas (mais de 15) e acabamos escolhendo contar a história que envolve a Itiban e seus clientes: uma Comic Book Shop, isto é, que só vende quadrinhos, e que atua a mais de 20 anos aqui em Curitiba. Fiquei muito feliz com o resultado.

Todos estão convidados e a entrada é franca. Veja abaixo o cartaz, data e horário.

“Entre Quadrinhos” (2010, 25 min)

Em um retrato sobre a paixão por HQs, o documentário “Entre Quadrinhos” revela o cotidiano de consumidores, aficionados e quadrinistas curitibanos, tendo como centro a Comic Shop Itiban e seus proprietários, que ao longo de vinte anos marcaram a história cultural de nossa cidade.

Realização – Alunos da Oficina de Vídeo do Projeto Olho Vivo: Carlos Vogel, Christiane Spode, Fabio Henrique da Silva, Fabíola Melo, Gisele Nicaretta, Guilherme Santiago Bucco, Jonas Sanson Sêga, Klaus Koti, Melanie Fonseca Narozniak, Rodney Miyakawa, Rodrigo Stulzer, Thereza Cristina de Oliveira, Thomas Kuhn, Tyago Martins, Vicente Cesar Farias e Wilian Keller

Coordenação: Luciano Coelho

Serviço

Local: Cinemateca de Curitiba – Rua Carlos Cavalcanti,1174.

Data: 15 de junho (terça-feira) às 20h

Documentário: O Equilibrista

June 21, 2009 on 9:54 pm | In Cinema | 3 Comments

Acabei de ver o documentário “O Equilibrista”, que conta a história do francês Philippe Petit ao andar num cabo de aço entre as Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova York. Peguei a dica lendo o blog do meu grande amigo Sivuca.

O filme mistura depoimentos atuais dos envolvidos na façanha e filmagens/fotos de 1974. O filme é muito bom, mas o que me surpreendeu foi a obssessão e o planejamento para ele conseguir atingir o seu objetivo. Continue reading Documentário: O Equilibrista…

Watchmen: Fiel Demais aos Quadrinhos?

March 19, 2009 on 4:20 pm | In Cinema, Entretenimento, Quadrinhos | 5 Comments

Eu sou leitor de quadrinhos desde criança. Virei colecionador sério a partir dos 12 anos de idade, quando comecei a comprar tudo o que saía de quadrinhos de super-heróis no Brasil. E quando digo tudo, é tudo mesmo! Isso foi por volta de 1983.

Eu peguei uma época muito boa de lançamentos de quadrinhos clássicos, como o Cavaleiro das Trevas, Sandman, o início das Graphic Novels e tantos outros que me deliciaram na minha adolescência. Continue reading Watchmen: Fiel Demais aos Quadrinhos?…

Murderball – Paixão e Glória

June 13, 2008 on 11:14 pm | In Cinema, Esportes, To Think | 2 Comments

Acabamos de assistir Murdeball – Paixão e Glória. Ótimo documentário falando do time de Para-Rubgy dos Estados Unidos. Nada de firulas de coitadinhos e tal. Só um monte de caras paraplégicos durões dando de tudo para batalhar por uma medalha de ouro nas Olimpíadas de Atenas, em 2004.

Recomendo, com 5 estrelinhas. Ótimo para aprender a fazer limonada de um limão bem azedo.

Tá, mas onde eu consigo ver este filme? Pega aqui ó, já com legendas em português.

Selvagem? Selvagem! A História de um Super Vagabundo

April 25, 2008 on 10:08 am | In Cinema, Energia | 10 Comments

A uns dois dias atrás vi o filme Na Natureza Selvagem (Into the Wild). Ele conta a história real de Christopher McCandless, um rapaz recém saído da faculdade que resolve ir para o Alaska viver de forma natural, sem o auxílio de nada; nem tecnologia, pessoas ou dinheiro. O ator principal é o mesmo que interpretou Jay Adams no clássico do skate Os Reis de Dogtown.

A trilha sonora é do Eddie Vedder. Maravilhosa! Ótima para viagens em dias de inverno com sol. :-)

E por falar nisso, pare agora mesmo de ler!! Coloque no fundo uma das músicas do filme, só para dar um clima: Long Nights, Society ou Guaranteed.

Colocou? Agora sim, muito melhor! :-)

Por trás da jornada de Alexander Supertramp (o nome que Christopher acaba adotando) repousa uma vontade extrema de viver a vida na natureza, sem as amarradas da sociedade, sem seus vícios e sua cultura destrutiva.

Na Natureza Selvagem

Continue reading Selvagem? Selvagem! A História de um Super Vagabundo…

Sociedade, esta Louca

April 23, 2008 on 10:50 am | In Cinema, Cool, Energia, Música | 6 Comments

Ganhei um CD de aniversário, e nele tinha esta música: Society, do filme Into the Wild. Música linda, e que nos faz pensar.

Veja a letra abaixo. Fiz uma tradução livre e rápida, só para ajudar quem não entender direito. Mas escute a música, você vai gostar… Quem recomenda sou eu, seu irmão mais velho. :-)

Society
Oh it’s a mystery to me.
We have a greed, with which we have agreed…
and you think you have to want more than you need…
until you have it all, you won’t be free.

Society, you’re a crazy breed.
I hope you’re not lonely, without me.

When you want more than you have, you think you need…
and when you think more then you want, your thoughts begin to bleed.
I think I need to find a bigger place…
cause when you have more than you think, you need more space.

Society, you’re a crazy breed.
I hope you’re not lonely, without me.
Society, crazy indeed…
I hope you’re not lonely, without me.

There’s those thinkin’ more or less, less is more,
but if less is more, how you keepin’ score?
It means for every point you make, your level drops.
Kinda like you’re startin’ from the top…
and you can’t do that.

Society, you’re a crazy breed.
I hope you’re not lonely, without me.
Society, crazy indeed…
I hope you’re not lonely, without me
Society, have mercy on me.
I hope you’re not angry, if I disagree.
Society, crazy indeed.
I hope you’re not lonely…
without me.

.
Sociedade
Ó, ela é um mistério para mim.
Nós temos uma ganância, com a qual temos que concordar
e você pensa que tem que querer mais do que precisa
até  ter tudo, não irá se libertar.

Sociedade, você é uma raça maluca.
Espero que não fique sozinha, sem mim.

Quando você quer mais do que tem, pensa que precisa…
e quando pensa mais do que quer, seus pensamentos começam a sangrar.
Eu penso que preciso achar um lugar maior…
porque quando você tem mais do que pensa, precisa de mais espaço.

Sociedade, você é uma raça maluca.
Espero que não fique sozinha, sem mim.
Sociedade, muito louca…

Espero que não fique sozinha, sem mim.

Existe aqueles que pensam que mais ou menos, menos é mais,
mais se menos é mais, como você marca os pontos?
Quer dizer que para cada ponto que faz, seu nível cai.
Como se estivesse començando do alto…
e você não pode fazer isso.

Sociedade, você é uma raça maluca.
Espero que não fique sozinha, sem mim.
Sociedade, muito louca…
Espero que não fique sozinha, sem mim.
Sociedade, me perdoe.
Espero que não esteja zangada, se eu discordar.
Sociedade, muito louca…
Espero que não fique sozinha…
sem mim.

Watchmen – O Filme

March 6, 2008 on 9:02 am | In Cinema, Entretenimento, Quadrinhos | 9 Comments

Segundo o blog oficial, hoje, 06/03/2008, falta um ano para a estréia do filme Watchmen. Anotem nas suas agendas!!

Eu li a história original, nos gibis, quando foi lançada aqui no Brasil por volta de 1986. Da minha coleção monstro de gibis, esta foi uma das únicas séries/revistas que guardei, junto com o Cavaleiro das Trevas e mais algumas outras. Todo o resto, mais de 1.000 gibis, embalei e distribuí numa favela num dia das crianças.

E para quem não conhece Watchmen, aqui vão algumas fotos dos personagens principais, com subtítulos que acho que representam os personagens. Continue reading Watchmen – O Filme…

Helvetica – Um Documentário

February 17, 2008 on 1:22 am | In Cinema, Escrita, Macintosh | 6 Comments

  

Acabei de ver Helvetica, um documentário sobre a história e o uso da fonte helvética. Mas um documentário falando de uma fonte? Bem, documentários são para isso mesmo: fazer um assunto aparentemente monótono ter vida e brilho próprio, contando um pouco de história e deixando-nos abismados com as criações do homem. 

Não espere muita ação no documentário, mas sim vários designers tentando mostrar como é a intrincada arte do desenvolvimento de uma família tipográfica e as nuances de seu uso. O documentário passeia por vários países com os designers explicando o porque da ubiquidade da fonte helvética em nossas vidas, marcas consagradas e placas em todos os cantos das cidades. 

Para alguém que adora ler o filme é um prato cheio. Afinal não é todo dia que vemos o dna que forma os livros que tanto amamos. 

Disponível em qualquer torrent da esquina.

Há, e os Macs são onipresentes no filme. :-)  

Louren̤o Mutarelli РO Homem que Faz o Ralo Cheirar

October 27, 2007 on 12:50 am | In Cinema, Entretenimento, Entrevista, Escrita, Livros, Quadrinhos | 9 Comments

Cartaz Lourenço Mutarelli na Fnac A Gibiteca de Curitiba está comemorando 25 anos de existência com vários eventos pela cidade. Nesta quinta-feira foi a vez do Lourenço Mutarelli fazer um bate papo na Fnac do Park Shopping Barigüi. Eu como fã confesso do cara a mais de vinte anos, liguei imediatamente para a Mitie da Itiban para ver se conseguia uma entrevista com ele.

Cheguei lá por volta das 19:00h e já tinha algumas pessoas esperando. Sentei em uma mesa, com mais alguns fãs de quadrinhos e ficamos conversando, até que o Lourenço apareceu. No final das contas foi uma entrevista coletiva. Aqui eu adaptei as perguntas ao que o Lourenço estava falando, então não esperem uma entrevista normal. O tom coloquial e cheio de repetições é porque era uma conversa mesmo, curta e grossa.

Mas para falar do Lourenço tenho que fazer um introdução. Mas o que falar de um cara que você admira por vinte anos seguidos? De um cara que ganhou vários prêmios, que fez a transição dos quadrinhos para a literatura de forma magistral? De um cara que tem um humor negro refinado, que desenha coisas maravilhosamente grotescas, que te deixam enjoado mas, ao mesmo tempo, iluminado? Continue reading Lourenço Mutarelli – O Homem que Faz o Ralo Cheirar…

Next Page »

Powered by WordPress with Pool theme design by Borja Fernandez.
Entries and comments feeds. Valid XHTML and CSS. ^Top^