Minha Pilha Monstro de 11 Livros

Sou fã ávido de literatura e nunca consigo ler tanto quanto gostaria. Acabo lendo vários livros ao mesmo tempo (dica de leitura 4) e, como efeito colateral, um monstro se forma ao lado da cama, na cabeceira.

Este monstro vai crescendo ao longo do ano e, quando vejo, já passou dos 30 centímetros de altura. Ele fica ali ao lado, me espreitando num jogo lento e calculado, como no xadrez. De tempos em tempos eu o achato, mas ele insiste em crescer, mês a mês.

O monstro é formado por vários livros, a maioria desconhecidos. Uns poucos usei para consulta e acabaram engordando a pilha. Outros são velhos amigos que gostaria de reler, mas que acabam dando lugar para os mais jovens, que ainda não conheço direito.

Minha Pilha de Livros para Ler

Eu não brigo com a minha pilha de livros e ela não briga comigo. Somos como velhos conhecidos que não têm pressa em acabar a conversa. Caminhamos juntos ao longo do ano, contando histórias um para o outro e compartilhando experiências. Chega uma hora em que o monstro-pilha fica incontrolável, então temo uma atitude, diminuindo o seu tamanho e fatiando-o, deixando um monte de monstrinhos na prateleira, onde eles hibernam.

Assim, devagarinho, vou consumindo o monstro-pilha, aumentando o número de livros que leio por ano. O monstro nada faz para me deter. Na verdade ele gosta de ser consumido, até não sobrar mais nada de suas entranhas. Da letra à palavra ao parágrafo, não importa: em cada pedacinho ele doa-se com prazer. No último suspiro de um de seus livros-membros ele se desfaz sem nada pedir em troca. Sabe que daqui a poucos dias um outro braço ocupará o lugar do anterior.

Este monstro-pilha é de papel, tinta e papelão. Nada daquele bichos fraquinhos feitos para se fazer download pela Internet ou baixar grátis sem pagar nada. Este monstro é vivo, tem textura, história, peso e cheiro.

Esta encarnação da minha pilha monstro de livros é eclética:

Success Built To Last – Porras, Emery & Thompson

Hunters of Dune – Brian Herbert & Kevin J. Anderson

Disney War – James B. Stewart

Caminhos e Escolhas – Abílio Diniz

O Berço dos Super-Humanos – Arthur C. Clarke e Gentry Lee

De Volta à Vida – Lance Armstrong

Voando de Parapente – Silvio Ambrosini

O Senhor dos Anéis – J. R. R. Tolkien

Aumento o Poder de Seu Subconsciente – Joseph Murphy

A Arte de Sonhar – Carlos Castaneda

A Lei do Triunfo – Napoleon Hill

Há, se houvessem mais monstros como esse, que nos nutrem e acalentam, ao invés de trazer medo, terror e sofrimento.

Inspirado no monstro da Lu.

E você, também tem um monstro na sua cabeceira? 🙂

This entry was posted in Livros, Meme, Produtividade. Bookmark the permalink.

25 Responses to Minha Pilha Monstro de 11 Livros

  1. Pingback: 10 Dicas para Você Ler Mais Livros por Ano | Empirical Empire

  2. Castaneda é demais, cara…
    Tolkien e Arthur C. Clarke não deixam nada desejar também…

    Preciso contabilizar minha pilha também… 🙂

  3. k. says:

    Arthur C. Clarke

  4. k. says:

    Wah, o blogue comeu-me o comentário porque eu desenhei um coraçãozinho.

    Arthur C. Clarke ::inserir coraçãozinho::

    E fiquei curiosa pelo Disney War, também. Vou fuçar comentários sobre.

    Os meus tão aqui, ó, http://www.flickr.com/photos/notpretty/1544386028/ e o mais traumático da pilha é que a maioria é releitura. Às vezes a gente tem que voltar a namorar velhos amores, né? (:

  5. Lu says:

    hahaha “Monstro na cabeceira”. Ficou parecendo até título de livro 😉

  6. Oi k!

    Eu não recomendo o Disney War. É meio deprimente, pois mostra a briga pelo poder na corporação. 🙁 Parei de ler no meio…

    Oi Lu!
    Olhe para o lado que tem um monstro te espreitando também 🙂

  7. Pingback: Felipe Arruda » Blog Archive » Peleja!

  8. Pingback: Minhas pilhas de livros « Enhanced People

  9. Olá Rodrigo, mudei parte do meu texto para: “…lendo na madrugada via Pocket PC, encontrei o blog do Rodrigo Stulzer, que faz algo parecido. Tem umas dicas bem legais lá…”.
    E após ver seu comentário no meu post já cliquei em algum link seu que levou pra outro e acabou no livro “A Arte de Fazer Acontecer”. Bom, já comprei e já comecei a ler… passou na frente dos atuais, mas parece bom mesmo. Obrigado pelas dicas. Abraços.

  10. Carla says:

    Rodrigo! Tirei da minha pilha-monstro na sexta-feira o “Breve História de Quase Tudo”, que está na tua lista dos 10 (ou 20) mais. Que livro espetacular, né? Overdose total de informação, já não me lembro de mais nada, mas adorei! 😀

  11. Oi Carla!

    O livro é bom mesmo. Esta sensação de “esquecer tudo” eu combato anotando no livro mesmo, quando é meu. Assim minhas impressões, passagens e pensamentos do livro ficam impressos nele… Depois que comecei a fazer isso acho que só melhora o livro…

    Abraços!

  12. A técnica de ler vários livros ao mesmo tempo é maravilhosa. Eu aprendi lendo uma entrevista do Washington Oliveto e nunca mais parei. Contudo, ainda não tenho uma ‘pilha-monstro’. A minha ainda está por volta dos 5 livros. Parabéns a você por já conseguir ler tantos. Um abraço!

  13. Olá Andre!

    Ter uma pilha monstro não quer dizer que leio muitos livros. Em 2007 acabei baixando a minha média, de 20 para 17 livros/ano. Tenho muito o que melhorar. Minha Mãe, por exemplo, lê mais de 50 livros por ano…

    Abraços!

  14. Pingback: Telefones da pilha » Pilha Analisador sintático LR

  15. Pingback: Aprendiz de Escritor » Arquivo do Aprendiz » Links Potencialmente Interessantes 4

  16. Pingback: Os Esportes Radicais e Eu: Uma Paixão Insana — Transpirando.com.br

  17. É minha primeira visita ao blog e meu primeiro comentário.

    Não tenho uma pilha monstro, pois não adquiri o hábito de ler em paralelo vários livros, mas tenho vários livros na fila de espera e a partir deste ano farei a contabilidade de livros lidos.

    Parabéns pelo blog.

  18. Pingback: Os Esportes Radicais e Eu: Uma Paixão Insana — Transpirando.com

  19. Keka says:

    Ai quero tanto conseguir ler vários ao mesmo tempo, mas eu tenho um sério problema de memória!
    De um dia ou de uma semana pra outra já não lembro mais o que li… como ler vários desse jeito? Já tentei e acabo misturando tudo!
    Crédo, alguém me ajuda!

  20. Oi Keka!

    Se para você não funciona, o jeito é ler um atrás do outro mesmo. Siga o seu coração 🙂

    Abraços!
    Rodrigo

  21. Pingback: Dicas para uma Boa Leitura | Empirical Empire

  22. Cláudio "Mountain Do" says:

    Rodrigo, Parabéns pelo seu blog. Muito bom, mesmo! Boas dicas de leitura. Também já cheguei a ter minha própria pilha-monstro na cabeceira (acho que chegou a ter seis ou sete, o que eu já acho muito …), mas não os lia em paralelo. Um de cada vez (de preferência, na ordem de chegada). Entretanto, depois que acumulei tantos livros na cabeceira, estabeleci uma regra de só comprar ou emprestar um livro depois que tivesse acabado o que estava lendo. Digamos que funcionou, … por algum tempo. Hj, lendo seu blog, percebi que já tenho um filhote de monstro com três livros. Fazer o quê, né? Um abraço.

  23. Pingback: 10 Dicas para Você Ler Mais Livros por Ano |

  24. Adaliyah says:

    Caro Rodrigo,

    Parabéns pelo seu blog… Excelente. Mas para os amantes da leitura não tem jeito mesmo, acabamos criando monstros de diversos teores e tamanhos e por mais que eles se acumulem, todos saem ganhando: os livros com os seus amantes, e os leitores que se rendem ao irresistível convite para um mergulho nas milhares de histórias e fantasias contidas nas páginas do velho amigo monstro…

  25. Ana Clara says:

    Sim, eu tenho um monstro em minha cabeceira! Que delícia esse texto seu, fez com que eu me sentisse menos culpada em ler tantos livros ao mesmo tempo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *